Dia 01…

http://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2013/12/20131120_204144-1024x768.jpghttp://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2013/12/20131120_204144-1024x768.jpghttp://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2013/12/20131120_204144-1024x768.jpghttp://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2013/12/20131120_204144-1024x768.jpghttp://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2013/12/20131120_204144-1024x768.jpghttp://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2013/12/20131120_204144-1024x768.jpghttp://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2013/12/20131120_204144-1024x768.jpghttp://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2013/12/20131120_204144-1024x768.jpghttp://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2013/12/20131120_204144-1024x768.jpgDia 01…

Nosso primeiro dia foi mais ou menos assim… Só que muito melhor!

Depois que descemos do avião, meu coração foi a mil, podia sentir ele batendo de emoção, ansiedade e alegria… Lá estávamos nós e se desse, eu faria cada segundo durar horas.

Passar pela imigração foi a primeira aventura. Apesar de ter sido super tranquilo com a gente, vimos 03 pessoas na nossa frente ter a entrada negada e ser acompanhada para uma salinha… Imagina o friozinho na barriga que tivemos até a nossa vez, né? Uiiiiiii!

20131120_155838

Primeiros momentos de adaptação… Kkk

Passaporte carimbado, entrada autorizada e fomos para o balcão da Sixt (adoramos o atendimento e o carro que pegamos). Depois um chocolate quente (meu primeiro de muitos), compramos os chips para nossos celulares, nos abastecemos de nicotina com alguns cigarros e lá fomos nos encontrar com o carro que alugamos. Hahahaha!

O google maps foi nosso companheiro amigo nessa viagem. Foi ele que nos direcionou pelos 1.500 km percorridos naquele país e lá fomos nós, encarar os primeiros quilômetros rumo ao hotel. Eu com o celular na mão, tensa, sendo copiloto num lugar que não tinha a menor ideia de como era e ainda com adendo na informação “Wagner, daqui 300 metros a gente vai virar a esquerda. Não esquece, curva fechada.” ou “Amor, em 200 metros vamos virar a direita. Curva aberta, tá?”… E assim fomos até o estacionamento que era perto do hotel e funciona de um jeito muito maluco.

O Wagner estava bem concentrado em dirigir na contramão, do lado do passageiro e procurando o retrovisor na coluna do carro. Mas a adaptação dele foi rápida e depois de 15km, já estava se sentindo seguro para dirigir. Eu passei a viagem inteira indo pro lado errado do carro… Hahaha!

Hotel Arlington Temple Bar… A localização deste hotel realmente fez com que nosso tempo em Dublin fosse bem aproveitado e muito feliz. O hotel é antigo (muito antigo); o pessoal que trabalha lá, são super atenciosos; o quarto é bem simples; o café da manhã, segundo opinião do maridinho, é ótimo. Fiz a reserva neste hotel para os dois períodos que ficaríamos em Dublin, de 20 à 23 de novembro e de 28 à 30 de novembro. Como a nossa intenção não era ficar dentro do quarto, foi perfeito. Quem deseja algo mais sofisticado, recomendo que procure outro lugar.

Após ir até o estacionamento mais uma vez buscar o restante das malas, conseguir colocar ordem na nossa bagunça, aproveitar o quarto quentinho para espantar o frio, achar uma farmácia para comprar shampoo e condicionador (o hotel não oferece) e relaxar com um bom banho, resolvemos dar uma voltinha e achamos um restaurante brasileiro para nosso primeiro jantar em terras irlandesas…  Na verdade, esse restaurante foi o único que consegui comer algo diferente de lanche e não ter que correr para o banheiro. Hahaha!

A comida por lá merece um post todo especial (do café da manhã ao jantar). O Wagner amou e eu passei mal em cada tentativa… Foi engraçado e emagrecedor. O espelho agradece.

Como ainda tinha a ideia da segurança (ou melhor, falta de segurança) que temos aqui em São Paulo e por lá às 16h30 já está escuro, no primeiro dia, não me senti muito confortável para ficar andando em vielas. Como também estávamos muito cansados, resolvemos descansar  relativamente cedo e estar prontos para o dia 21, para um dia de passeios e uma noite com show do The Lumineers…

Mal sabia o quanto lindo e seguro era aquele lugar… Que saudades de Dublin!

2 Comments Added

Join Discussion
  1. Vanessa 6 de dezembro de 2013 | Responder
    Delícia, hein? Parece um sonho mesmo! Quer dizer q a comida irlandesa não foi com a sua cara? Hahahaha...ansiosa para saber mais da viagem! Bjs
    • Keyla 6 de dezembro de 2013 | Responder
      Van, foi um muito mais do que eu sonhava, simplesmente fantático! Nem me fala da comida... Hahaha!!

Leave a Reply to Vanessa Cancel Reply

*

Limpar tudo