Oi?? Sério???

http://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2014/05/goofy-word-search-420x420-300x300.jpgOi?? Sério???

Por aqui a vida está bem boa e tenho dado risada até com a sombra. Acho que levei a sério o jeito Poliana de ser ou a serotonina produzida pelos exercícios combinada com os bons momentos (que felizmente tenho tido vários) estão tomando conta dos meus neurônios. Nos últimos 15 dias tive várias conversas malucas, parecia que cada dia ligava para um hospício diferente e algum paciente de lá atendia. Queixo caído e vários pontos de interrogação na testa…

Ai gente, tudo bem que mudar dá trabalho e preparar as coisas da viagem também exige um bom tempo, mas entre uma musiquinha e outra, uma situação bizarra ou um comentário esquisito, fato é que dá para dar muita gargalhada e vontade de fazer bullying total por telefone… Hehehe!

Então que tem rolado a saga dos seguros e seus atendentes com scripts um tanto estranhos e observações prá lá de assustadoras, que realmente valem um post (se não para alguém ler, pelo menos para eu me recordar numa próxima vez e não ficar tão chocada).

É até difícil escolher um caso para começar, então vou tentar colocar uma ordem na desordem e quem sabe encontro uma lógica em tudo isso, não??

Mudança de casa e lá fui eu comunicar a seguradora do carro. Passo o novo endereço para apólice e descubro que houve um aumento de valor. Questiono a atendente sobre o bairro que eu moro agora ser mais seguro que o anterior e, sou informada numa voz super calma e tranquila, que as estatísticas apontam que onde estou o índice de furtos (assalto sem armas) e roubos (assalto com violência ou ameaça) é maior  do que onde eu estava, pois lá é maior o índice de latrocínios (quando o assalto ou tentativa resulta na morte da vitima), sequestros e roubos (Uau… Que notícia boa! Passei! Kkkkkkk). Claro que ela me lembrou que o carro está coberto inclusive contra raios, granizo, queda de árvores ou qualquer outro objeto advindo do céu, desde que não seja resultante de uma guerra ou algo parecido. Entendi, se tiver um bombardeio aéreo resultante de uma guerra e meu carro for atingindo, ele está descoberto.

Com o novo contrato de moradia, lá fui eu fazer o seguro residencial obrigatório para incêndio, explosão e fumaça e o melhor foi ela me explicar alguns casos que o seguro não cobre (mesmo que cause incêndio, explosão ou fumaça), como radiações ionizantes, contaminação pela radioatividade de qualquer material nuclear ou atos de hostilidade ou de guerra, invasão, ato de inimigo estrangeiro, operações bélicas civis ou militares, revolução, subversão, conspiração e semelhantes; rebelião, insurreição, confisco, tumultos, motins, greves e outros relacionados ou decorrentes desses eventos… Huuuum!!! Certo, no caso da minha casa se encher de fumaça referente a uma explosão nuclear, eu não tenho seguro para isso!!

Como minha paciência tem sido minha parceira nesses últimos dias, aproveitei o período (para experimentar até quanto ela aguenta) e continuei com as ligações sobre os seguros e resolvi cancelar um de vida, de um banco que não quero mais ter conta e lá vem mais pérolas da atendente, que tentando me convencer da importância de eu manter o seguro de vida deles (mesmo após eu informar que já tenho outro) ela solta… “Ahhh, mas seguro de vida é sempre bom e quanto mais melhor, né? Afinal, tem coisa melhor que a senhora morrer e saber que deixou uma tranquilidade financeira para quem ama?”. Bateu aquela vontade básica de falar que para mim, o melhor (principalmente aos 36 anos de idade) é continuar viva mesmo (e por um longo tempo), mas fui educada, preferi encerrar o assunto o mais rápido possível, agradeci a preocupação dela com as pessoas que amo e cancelei.

Para a viagem, precisei fazer o seguro viagem (esse foi tranquilo, pelo site, sem pérolas de atendentes) e também achei uma boa ideia utilizar o seguro saúde oferecido pelo meu plano que tem abrangência internacional. Coisa simples, certo?? Hahahahaha! Até que não foi muito complicado, depois de passar por 2 ou 3 atendentes, decorar a musiquinha chata e finalmente falar com a pessoa que iria fazer a solicitação, que ao final me informou que dentro de até 05 dias úteis, eu iria receber uma apólice e lembrando que o seguro saúde não cobre consultas, partos, procedimentos relativos a abortos ou atividades ilegais, mas que fora isso, eu poderia ficar tranquila, que para urgências, emergências, internações (incluindo longas), uti, cirurgia de emergência eu poderia utilizar qualquer hospital credenciado. Ahhh… Caso eu venha a morrer, o seguro também cobre o repatriamento do corpo (o engraçado e que ela me falou isso como se fosse um super bônus… Tipo, olha você comprou essa blusa e parabéns ganhou essa calça e 3 pares de meia).

Fala se essas conversas não foram o cúmulo do absurdo da bizarrice? E que não tem como não rir muito (ou achar que o mundo vai acabar.. kkkkkk). Acho que vou fazer um seguro do meu cérebro, que se eu tiver que passar por mais uma negociação dessas, ele vai derreter (eu ficar tipo o Patrick do Bob Esponja) e acho que não tenho seguro para isso…

Hahahahaha! Só rindo muito!! E desejando fortemente que não tenham guerras, tufões, terremotos, acidentes nucleares ou outras catástrofes que dá medo só de pensar, afinal, o seguro não cobre, né? :S

goofy1

2 Comments Added

Join Discussion
  1. Taty 12 de maio de 2014 | Responder
    Hahahahahaha, sensacional, estou chorando de rir! Trágico e cômico, né?! Acho que já falei sobre o seguro viagem que estou contratando, certo? Eles disponibilizam chat para esclarecer qualquer dúvida, vale a pena conferir e evitar as bizarrices deste tipo de serviço. kkkkkk
    • Keyla 13 de maio de 2014 | Responder
      Ainda bem que assunto seguro já está mais que resolvido por aqui... Hahaha! Obrigada pela visita.

Deixe uma mensagem

Imagem CAPTCHA

*

Limpar tudo