Medo e melancia feliz!

http://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2014/05/linus.gifhttp://www.vidademargarina.com.br/wp-content/uploads/2014/05/linus.gifMedo e melancia feliz!

Hoje acordei toda caidinha. Percebi assim que abri os olhos, antes do despertador tocar, numa mistura de preguiça com vontade de ficar quieta (olha a raridade: eu sem vontade de falar).

Daí que me arrastei para a sala (só faltou puxar um cobertor no melhor estilo Linus da Turminha do Snoopy), tomei chocolate quente na minha caneca favorita, para ver se melhorava (momento super adulta… só faltou desenho animado na TV) e marido, vendo aquela cena, me perguntou o que eu tinha (muito amor). E eu realmente não sabia…

Claro que em cinco minutos de conversa a gente descobriu que aquele aperto no meu coração era só por causa da viagem que está chegando (gostaram do meu “só”? Tipo “só” ficar 4 semanas longe de casa). Ahhh, sim! Daqui um mês, numa hora dessas, minhas malas estarão prontas e provavelmente eu estarei agarrada com o Wagner e a Melzinha, tentando enfiá-los na mala e levá-los comigo (drama pouco é bobagem).

Ai gente, eu sei que ir estudar inglês por um mês em Dublin, numa Universidade que está entre as 50 melhores do mundo é realmente um sonho. Ficar hospedada no campus então, nossa… Um tudo! Mas… Mas nós nunca ficamos tanto tempo longe, ainda mais com essa distância (momento adolescente em começo de namoro, admito).

Claro que para passar o medo, nada melhor do que tornar algo real em mais real ainda (tipo sentir frio e tomar banho de água gelada) e lá fomos nós imprimir os documentos que faltavam, fechar o seguro viagem, comunicar o plano de saúde. Eu aproveitei para me tranquilizar fazendo alguns testes em inglês para me certificar que no básico eu me viro, mesmo com micos. A boa foi que isso realmente ajudou e passei o resto do dia bem (já com saudades, mesmo faltando um mês), mas curtindo esse friozinho na barriga (cagaço mesmo, assumo).

Apesar de tudo, mesmo antes da viagem, já consigo ver os benefícios que vou ter com essa experiência. Apesar da distância; da saudade; do coração apertadinho quando algo muito legal (ou muito ruim, ou muito básico) acontecer e eu não puder sair correndo e abraçar um montão meu marido.

Na verdade, eu nunca me dediquei a aprender outro idioma (nunca foi necessário e eu funciono com necessidades para sair da zona de conforto). O espanhol eu consigo facilmente entender numa matéria escrita ou falada (mas não consigo escrever ou falar) e no inglês, eu até consigo me virar bem com a leitura básica, mas ouvindo era péssima para entender até a frase mais simples e nem pensar em falar (por pura vergonha e perfeccionismo mesmo). E agora não vai ter jeito (sério mesmo??), eu vou ter que me virar. E isso fez com que eu aproveitasse muito mais as aulas particulares que estou tendo (antes tivesse me dedicado assim da outra vez) e meu entendimento (principalmente na parte de falar e ouvir) melhorou surpreendentemente. Rá… Nem eu acredito. Claro que falar ainda é a pior parte para mim, mas eu sou tagarela desde sempre e aprender me comunicar (além de perder a vergonha) é muito mais fácil do que eu ficar quieta.

A rotina de segunda também deu uma mudada depois da mudança de endereço (que frase estranha) e agora a manicure não vem mais em casa. Ficou muito longe, o horário iria ficar muito dependente do trânsito que ela pegaria em plena segunda pela manhã (hahahaha… senta e espera) e o melhor é que aqui oferece o serviço (claro que eu pago, mas é uma facilidade), além que fazer as unhas mais para o final da semana será bem mais legal.

O feriado foi maravilhoso! Teve visita de amigos (estranho seria visita de inimigos, né? Tipo o que vc fez esse final de semana? Ahhh, estava muito feliz e resolvi convidar uns chatos para vir em casa… Oi??? Hahaha), comidinhas gostosas, momentos sofá e muitos filmes!

Esqueci de falar da minha nova mania fofa, de ficar trombando nas coisas e acumulando roxos. Estamos numa competição involuntária e maluca aqui em casa para ver quem tromba mais nas coisas e no final da semana, vemos quem ganhou pelas marcas acumuladas. Batida sem hematomas vale 01 ponto, com hematomas 03 e se tiver corte ou galo vale 05. Nesse final de semana, apesar dos meus roxos serem bem mais, marido ganhou. Fala se não é emocionante?? Hahahaha!! (cinismo puro, ok?)

A vida continua colorida (incluindo tons de roxo, amarelos esverdeados, vermelhinhos) e é fato que mesmo uma segunda que começa meio “assim, assim”, termina com piadinhas e sorrisos bobos porque aqui a gente vê carinha feliz até num pedaço de melancia.

melancia

Acho que é isso… Se acharam esse post esquisito, esperem os próximos com maior doses de pânico. 😛

7 Comments Added

Join Discussion
  1. Marcela 5 de maio de 2014 | Responder
    Ai ai... Eu entendo perfeitamente o que está dizendo.... Passei por isso quando rolou intercâmbio! A expectativa é gigantesca e vc deixa amores por aqui então é normal esse certo desespero! Sei que vai aumentar esse desespero! O que posso dizer é que vc vai ser MUITO FELIZ quando o dia dessa viagem chegar!! Serão momentos inesquecíveis! E vai curtir muito o reencontro com seus amores... Bj
    • Keyla 6 de maio de 2014 | Responder
      Parece doidera, né? Bom demais ser compreendida. Sei lá, é uma mistura de sentimentos muito maluca (parece TPM sem chocolate. Kkkkkk). Nem fui e não vejo a hora de voltar... :O Preparada para os próximos posts e eu surtando no face? Hahaha! Bjssss.
      • Marcela 6 de maio de 2014 | Responder
        Estou preparada sim para os surtos!!! Sem problema algum... A disposição se quiser conversar, desabafar, ou o que quiser!!! rsrs Bj
  2. Blume 6 de maio de 2014 | Responder
    Queria poder dizer que entendo, mas não entendo. Fiquei 2 anos fora fazendo intercâmbio e nos meses antes da viagem a ansiedade era tanta, que eu não pensava, nem fazia, nem respirava mais nada( e nem queria)....era somente " EUA, EUA, EUA"...kkkkk. Quase fiquei louca esperando chegar o dia. Clarooooo, choradeira total no dia me despedindo de familia e amigos, mas acredite...quando chegar a hora de vc voltar p o Brasil, tb vai bater depre .... Louco, ne?! Eh que vc vai curtir tanto, aprender tanto,que vai ficar um gostinho de quero mais... Aguarde....o tempo vai passar voandoooo por la. Curta esse momento! Beijao!
    • Keyla 7 de maio de 2014 | Responder
      Com certeza se eu fosse solteira, eu estaria num clima mega diferente, mas putz... Ficar longe do marido vai ser péssimo. Ainda mais que há 6 meses a gente estava lá juntos, descobrindo Dublin, com direito a cadeado na ponte e tudo. Claro que a viagem por si só já é o máximo, que aprender inglês numa condição dessas é bem aquela coisa de ou aprende ou aprende, mas Dublin acompanhada é bem melhor. Hahaha!!
  3. Blume 8 de maio de 2014 | Responder
    Ah sim, deixar o maridao para trás não é fácil. Porem, quando voce voltar, sera momento de matar a saudade e voces terao dias ainda mais felizes: vc contando tudo que viu e fez e ele te mimando ainda mais. :-)
  4. Taty 9 de maio de 2014 | Responder
    Ahhhh Keyla que máximo! Estou prestes a viajar também e estou mega ansiosa! Sobre o seguro de viagem, qual você esta fazendo? Boa sorte com os preparativos (dos ânimos) e boa viagem :)

Deixe uma mensagem

Imagem CAPTCHA

*

Limpar tudo